#FRACASSOSDEUMYOUTUBER, 2015 - 2016

Compilação de vídeos do canal Júnior Ahzura
Duração (original) 02:08:00 

Qualidade fraca, abaixa do padrão. A medida que acelera ela vai se deteriorando. Uma miniatura. Uma ideia errante. Uma imagem itinerante distribuída livremente. Exprimida entre conexões lentas. Comprimida. Reproduzida. Ripada. (Steyerl, Hito. 2012)

Uma tentativa de dar certo. Um espaço ocioso ocupado pela inutilidade. As palavras da artista Hito Steyerl, se encaixam perfeitamente no estudo que Júnior Ahzura faz acerca da erupção das produções contemporâneas de conteúdos encontrados nas redes sociais, principalmente produções em vídeo, no YouTube.

O que faz uma pessoa expor sua intimidade para o mundo? Uma investigação que iniciou à aproximadamente dois anos, fez com que o próprio artista em momentos ociosos, colocasse na prática a tentativa de desabafo de dias isolados em seu quarto. Uma dança, uma música, uma indignação, um diário cotidiano.

Imagens gravadas através de webcam de um laptop, com edição barata e propositalmente amadora. Reflexões surgem a partir da compilação de inúmeros vídeos gravados nos anos de 2014 e 2016.